Como cuidar dos olhos durante o outono?

11/05/2017

Com o avanço do outono, que teve início no mês de março, os olhos não dispensam cuidados e as mudanças na temperatura agravam doenças respiratórias e as alergias oculares, afinal, o ar seco leva à secura da lágrima e da lubrificação dos olhos.

Irritação, coceira, desconforto e sensibilidade para abrir os olhos, piorando em longos períodos de clima seco, são sinais de que seus olhos pedem a avaliação de um oftalmologista.

Mas o que fazer para que este quadro não se instale? Como prevenir? A resposta é simples: Mesmo no outono as pessoas devem continuar usando os óculos de sol com lentes UVA e UVB, lavar os olhos com soro fisiológico e usar colírios lubrificantes prescritos pelo médico, pois alguns contém antibiótico ou corticóide e podem desencadear problemas como glaucoma e catarata.

Os sintomas da alergia ocular são muito parecidos com os percebidos em outros tipos de conjuntivite e o uso de colírios por conta própria podem piorar o quadro.

::Algumas dicas importantes para a proteção dos olhos:

– Evitar o atrito das mãos com olhos, que pode provocar micro lesões na superfície ocular, facilitando a penetração de microorganismos ou agentes químicos;
– Usar óculos de sol com lentes de boa qualidade e com proteção ultravioleta, que evita a passagem dos raios de luz nocivos ao núcleo das células do olho humano,
– Evitar a exposição ao sol entre 10h e 15h. O calor atua como um forte vaso dilatador e a exposição prolongada pode causar desidratação e queimaduras, inclusive na pálpebra;
– Cuidado com produtos químicos que podem irritar a mucosa, como os protetores solares usados ao redor dos olhos;
– Manter a higiene, evitando o contato das mãos com os olhos, antes de lavá-las;
– O uso de colírios deve ocorrer sempre após prescrição médica.

 

 

Fonte: Iso Olhos

Deixe seu comentário